Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida

Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama

Corridas para todos, desde os iniciantes a recordistas mundiais.
Mário Figueiredo 26 de Setembro de 2018 às 11:00
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
Meia maratona de Portugal junta milhares na Vasco da Gama
A meia maratona de Portugal, caracterizada pela partida na ponte Vasco da Gama, disputa-se no dia 14 de outubro com um conjunto de provas que prometem fazer as delícias de todos: desde os iniciantes aos recordistas do Mundo, com prémios chorudos.

A menos de um mês da realização do segunda maior corrida em Portugal, a primeira é a meia maratona de Lisboa que parte na ponte sobre o Tejo, estão reunidas as condições para mais um grande espectáculo desportivo e cultural. A meia maratona e a mini maratona, com partida no tabuleiro da ponte Vasco da Gama, continuam a seduzir atletas. A mini é a melhor forma para quem pretende iniciar-se. São sete quilómetros em ritmo de festa.

Começa na ponte e termina no Parque das Nações. A distância é acessível e pode ser feita a correr ou a caminhar.

Já a meia maratona continua a ganhar prestígio. Tem a partida na ponte e a chegada na praça do Comércio.

Este ano a organização volta a apostar num bom resultado. Contratou o recordista mundial o eritreu Zersenay Tadese (58:23 minutos obtidos na ‘meia’ de Lisboa em 2010) e a campeã do Mundo de maratona Rose Chelimo (Bahrain). Ingredientes suficientes para uma grande animação na prova.

No entanto, será realizada em simultâneo a Maratona de Lisboa. A partida será dada em Cascais e a meta estará na praça do Comércio, que também recebe os participantes da meia.

Também nesta prova a organização de Carlos Móia aposta forte. Nada mais nada menos do que um prémio de meio milhão de euros para quem estabelecer um novo recorde mundial da distância, que pertence desde domingo ao queniano Eliud Kipchoge que percorreu os 42,195 metros em 2:01.40 horas.

Mas o prémio é também extensível às mulheres. O percurso é um dos mais bonitos do Mundo, mas a proximidade do mar e rio dificultam sobremaneira o desempenho.

Bons treinos!
Ver comentários