Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Rui Rio reage à ameaça de demissão de Costa: "Fez um golpe palaciano"

António Costa ameaçou demitir-se caso a contabilização total do tempo de serviço dos professores seja aprovada.
Lusa 4 de Maio de 2019 às 19:57
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio

O presidente do PSD falou este domingo, num hotel no Porto, sobre a ameaça de demissão do primeiro-ministro caso a contabilização total do tempo de serviço dos professores seja aprovada em votação final no parlamento, confessando que o primeiro-ministro fez um "golpe palaciano" e "quis perturbar a campanha para as eleições europeias".

"O PS e o Governo assumiram que o tempo fosse todo contado", continuou Rui Rio. "Não me podem dar lições em questões de rigor de contas públicas", disse.

Recorde-se que o líder social-democrata deveria ter estado este sábado numa iniciativa de pré-campanha das eleições europeias, em Gondomar, mas a sua presença foi cancelada durante a tarde.

Em declarações aos jornalistas na iniciativa, o cabeça de lista do PSD às europeias, Paulo Rangel, acusou o primeiro-ministro de criar uma "crise artificial" e assegurou que a direção nacional responderá "no momento certo" à ameaça de demissão de António Costa.

Na sexta-feira, o primeiro-ministro anunciou que comunicou ao Presidente da República que o Governo se demitirá caso a contabilização total do tempo de serviço dos professores seja aprovada em votação final global no parlamento.

presidente do PSD Porto Gondomar primeiro-ministro Rui Rio política eleições
Ver comentários