Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Iker Casillas defende a vida. Guarda-redes do FC Porto sofre enfarte

Guarda-redes sentiu-se mal e foi hospitalizado, sendo alvo de uma intervenção cirúrgica.
Mário Figueiredo 2 de Maio de 2019 às 01:30
Iker Casillas partilha fotografia na cama do hospital
Iker Casillas ao lado de Maxi Pereira quando o FC Porto se sagrou camepão nacional, na época 2017/2018
Casillas e Sérgio Conceição
Iker Casillas rodeado de troféus na despedida do clube Real Madrid
Iker Casillas segura troféu após seleção espanhola se sagrar campeã do mundo, em 2010
Iker Casillas segura troféu após seleção espanhola se sagrar campeã do mundo, em 2010
Casillas
Iker Casillas partilha fotografia na cama do hospital
Iker Casillas ao lado de Maxi Pereira quando o FC Porto se sagrou camepão nacional, na época 2017/2018
Casillas e Sérgio Conceição
Iker Casillas rodeado de troféus na despedida do clube Real Madrid
Iker Casillas segura troféu após seleção espanhola se sagrar campeã do mundo, em 2010
Iker Casillas segura troféu após seleção espanhola se sagrar campeã do mundo, em 2010
Casillas
Iker Casillas partilha fotografia na cama do hospital
Iker Casillas ao lado de Maxi Pereira quando o FC Porto se sagrou camepão nacional, na época 2017/2018
Casillas e Sérgio Conceição
Iker Casillas rodeado de troféus na despedida do clube Real Madrid
Iker Casillas segura troféu após seleção espanhola se sagrar campeã do mundo, em 2010
Iker Casillas segura troféu após seleção espanhola se sagrar campeã do mundo, em 2010
Casillas
"Tudo controlado por aqui. Um grande susto, mas com as forças intactas. Muito obrigado a todos pelas mensagens e carinho", foi esta a mensagem de tranquilização e agradecimento deixada esta quarta-feira por Iker Casillas nas redes sociais depois de ter sofrido um enfarte agudo do miocárdio durante o treino da manhã.

O guarda-redes do FC Porto, de 37 anos, sentiu-se mal durante o treino e foi transportado para o Hospital CUF Porto onde lhe foi-lhe diagnosticado um enfarte agudo do miocárdio, o que compromete o resto da temporada do jogador e pode precipitar o final da carreira do guardião espanhol.

A mulher do guarda-redes, a jornalista espanhola Sara Carbonero, foi das primeiras pessoas a saber do sucedido e a viajar de imediato para Portugal para acompanhar o estado de saúde de Casillas, como fez questão de colocar nas redes sociais. Estava em Espanha a fazer uma reportagem para o canal Deportes Cuatro.

Iker Casillas, que completa os 38 anos no dia 20 de maio, tem agora pela frente um longo período de recuperação mas dificilmente voltará a jogar ao mais alto nível.

Mas para já é certo que não fará parte das opções de Sérgio Conceição para este final de temporada, no qual os dragões ainda lutam pela conquista do título de campeão nacional com o Benfica e Taça de Portugal frente ao Sporting no dia 25 de maio no Jamor.

O médico portista Nélson Puga realçou a "reação rápida" no diagnóstico e no transporte para o hospital onde foi alvo de um cateterismo (intervenção cirúrgica para permitir a passagem do sangue). "Está estável e com o humor que o caracteriza", disse Nélson Puga, recusando-se a traçar cenários sobre o futuro do atleta.

As notícias do internamento do guarda-redes geraram uma onda de solidariedade em todo o Mundo. Foram vários os desportistas que se solidarizaram, desde Ronaldo, passando pelo tenista Rafa Nadal até ao ciclista Alejandro Valverde.

Pânico no treino dos dragões
O pânico invadiu o treino do FC Porto, quando Iker Casillas se sentiu mal.

O treino decorria sem problemas quando o guarda-redes agarrou-se ao peito e queixou- se de dores. O CM sabe que Sérgio Conceição interrompeu de imediato o treino. O guardião foi rapidamente colocado num carinho elétrico. Até chegar ao médico, Nélson Puga, que deu ordens para o transportar ao hospital.

Os jogadores portistas não conseguiram esconder a sua preocupação com o sucedido. Alguns ainda passaram pelo hospital para ver de perto a recuperação do companheiro.

"Um campeão desde sempre. Desejo as rápidas melhoras nesse coração de vencedor", foi esta mensagem de Sérgio Conceição para o guarda-redes já ao final da tarde, quando o dragões já tinham referido no site que Casillas estava "bem, estável e com o problema cardíaco resolvido".

Os dragões jogam sábado (20h30) com o Desp. Aves e o guardião Vaná será o titular.

"Regresso pode ser tardio"
João Morais, diretor do Serv. Cardiologia do C. Hosp. de Leiria
CM – É comum um atleta de alta competição sofrer um enfarte do miocárdio?
João Morais – A formação súbita de um coágulo de sangue dentro de uma artéria coronária é algo súbito e, por isso, imprevisível. Ainda assim, é relativamente raro. Em primeiro lugar, pela idade, e depois porque falamos de um atleta de alta competição, com regras a todos os níveis e sem excessos.
– Qual o período de recuperação para quem sofre de um enfarte?
– É muito variável e está sempre dependente de fatores como a ‘quantidade’ de miocárdio que sofreu enfarte, da rapidez na assistência, etc. Digamos que um cidadão comum consegue voltar à rotina normal após um mês, embora os médicos aconselhem repouso até aos três, pelo menos. No caso de Iker Casillas, mesmo sem saber o seu quadro clínico em concreto, o regresso aos relvados pode ser tardio, já que está sujeito a muito stress e elevada carga de atividade física.

PORMENORES 
Taquicardia de Baía
Vítor Baía, antigo guardião do FC Porto, sofreu uma taquicardia (aceleração do ritmo cardíaco) durante a Taça Intercontinental em 2004.

Bruno Fernandes
"Independentemente das cores espero ver-te entre os postes o mais rápido possível", escreveu nas redes sociais Bruno Fernandes (Sporting).

"Contigo avô"
"Estamos contigo avô. Mando-te um forte abraço com muito carinho e respeito. Ânimo grande San Iker", escreveu o colega de equipa Hector Herrera.
Ver comentários