Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Jair Bolsonaro quer Fórmula 1 no Rio de Janeiro já em 2020

Presidente do Brasil já tem acordo de cooperação com o governador para a construção do Autódromo de Deodoro, no Brasil.
9 de Maio de 2019 às 18:27

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, quer levar a Fórmula 1 para o Rio de Janeiro já na próxima temporada. De acordo com o "Globo", Bolsonaro já assinou mesmo um acordo de cooperação com o governador e o presidente da câmara do Rio de Janeiro para a construção do Autódromo de Deodoro, na zona norte da Cidade Maravilhosa.

Citado pela mesma publicação, Bolsonaro referiu que o Autódromo será construído "sem nenhum dinheiro público" e que estará finalizado "em seis ou sete meses".

O "Globo" refere que a construção deste autódromo representa um investimento de 850 milhões de reais, aproximadamente 193 milhões de euros. Terá capacidade para 130 mil espectadores e será desenhado pelo alemão Hermann Tilke, responsável pelos traçados da China, Singapura, Bahrain e Rússia.

De acordo com Bolsonaro, a "permanência da F1 em São Paulo tornou-se inviável" por culpa da participação pública e da enorme dívida. Porém, importa recordar que o governo paulista tem um contracto válido com a Liberty Media, o grupo norte-americano que controla a Fórmula 1, até 2020, algo que pode atrasar em um ano a ida da F1 para o Rio.

Certo, para já, é que a última vez que o Grande Prémio do Brasil em Fórmula 1 se disputou no Rio de Janeiro foi em 1989, ainda no antigo autódromo, em Jacarepaguá, local onde actualmente fica o Parque Olímpico.

Ver comentários