Homepage Radar Partilhar
icon_hand2

Todos os anos morrem mulheres às mãos dos maridos, namorados ou ex-companheiros, vítimas de violência doméstica. Mas morrem também às mãos dos filhos e de outros familiares. E os homens também não escapam a estas estatísticas negras. Neste Radar, damos a conhecer os números e histórias trágicas, mas também os testemunhos de quem sobreviveu.

Vítimas

2019

34

2018

1

2017

2

Radiografia dos crimes

Mostrar Filtros

Número de vítimas

37/37

Notícias e casos

Histórias de quem sobreviveu à violência doméstica

Histórias de quem sobreviveu à violência doméstica
"Fiquei toda negra"
Vítima de violência doméstica relata sofrimento que viveu ao longo de 35 anos. O arguido, de 55 anos, agricultor, disse não pretender prestar declarações.
Histórias de quem sobreviveu à violência doméstica
'Sim, sou diferente'
Madalena Silva é escritora de violência doméstica onde relata a sua própria história de terror durante mais de 10 anos. No livro ‘Sim, sou diferente’ a autora explica o seu caso e como conseguiu depois ajudar dezenas de vítimas!
Histórias de quem sobreviveu à violência doméstica
"Aos 44 anos, estou a reaprender a viver."
"Tenho o apoio dos meus filhos e da minha família, mas, ainda assim, vivo com medo porque ele ameaça que me mata a mim e aos meus filhos." O discurso é interrompido pelas lágrimas, que Ana não quer deixar cair.
Ver outros casos
Conhece algum caso de violência doméstica? denuncie aqui
Coordenação Alfredo Leite
Dados Iuri Martins
Pesquisa e Textos Catarina Cruz e Iuri Martins
Edição de vídeo Catarina Cruz
Webdesign Edgar Lorga e João Silva
Produção Multimédia Sandro Martins
Conceção David Vinagre e Gonçalo Sebastião
(A imagem do header é meramente ilustrativa)