Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM

Francisco J. Marques reage a notícia do CM

Referente à notícia: 'Juiz diz a Francisco J. Marques: “Escusa de fazer de nós parvos”'
1 de Maio de 2019 às 01:30
Na sequência da notícia publicada na edição de 16 de abril de 2019 do Correio da Manhã, com o título ‘Escusa de fazer de nós parvos’, recebemos de Francisco J. Marques o seguinte esclarecimento:

"Francisco José Carvalho Marques vem por este meio, ao abrigo dos artigos 25.º e 61.º da Lei da Imprensa, exercer o direito de resposta e retificação em relação às notícias publicadas na edição de 16 de abril de 2019 do Correio da Manhã, com o título "Escusa de fazer de nós parvos".

A notícia que foi publicada na edição de 16 de abril do Correio da Manhã e que tem como objeto o depoimento que prestei no Tribunal Central Cível do Porto contém factos falsos e imprecisões, que no seu conjunto contribuem para que se gere uma perceção errada do que se passou durante essa diligência.

1.Não é verdade que tenha estado em tribunal "várias horas a ser ouvido". A gravação do meu depoimento tem uma hora, 34 minutos e 51 segundos.

2.Não é verdade que o juiz tenha proferido o comentário "Escusa de fazer de nós parvos" no momento em que eu alegadamente tentei "explicar que o FC Porto não sabia o conteúdo dos mais que divulgava no Porto Canal".

3.Não é verdade que o juiz tenha chamado "a atenção de que não estavam num programa de TV" num momento em que eu falava sobre o meu passado como jornalista. O que o juiz disse foi "Isto não é o Correio da Manhã", numa altura em que eu referia a forma como a Der Spiegel tem feito a divulgação de documentos do Football Leaks.

4.As transcrições do meu depoimento contêm erros que comprometem a perceção do que foi dito. É exemplo disso:
Transcrição do CM: "Juiz: não tinha de pedir autorização para fazer alguma coisa? Ou tem carta branca para tudo? FJM: Sim. Falei com Diogo Faria. Mas não recebi ordens de ninguém". Transcrição do depoimento: "Juiz: Então não falou com ninguém, não teve autorização de ninguém? FJM: Não, falei com o Diogo, falei com o Tiago Girão, falei com os jornalistas que estiveram a trabalhar naquilo na altura em que nós fizemos as divulgações, mas até essa altura não falei com ninguém"."

Francisco J. Marques
Diretor de comunicação do FC Porto
Ver comentários