Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Mau tempo adia voo histórico da NASA

Desilusão Agência espacial americana foi forçada a abortar a primeira missão tripulada num foguetão e cápsula desenvolvidos pela SpaceX, empresa privada liderada pelo bilionário Elon Musk
Ricardo Ramos 28 de Maio de 2020 às 15:09
Oa stronautas da NASA Doug Hurley (esquerda) e Bob Behkem com o foguetão Falcon 9, da empresa privada SpaceX, ao fundo
Oa stronautas da NASA Doug Hurley (esquerda) e Bob Behkem com o foguetão Falcon 9, da empresa privada SpaceX, ao fundo
Omau tempo forçou ontem a NASA a adiar o lançamento da primeira missão espacial tripulada a descolar dos EUA em quase uma década. Seria um lançamento histórico para a agência espacial norte-americana, que pela primeira vez recorreu a uma empresa privada, a SpaceX, do bilionário Elon Musk, para enviar astronautas para a Estação Espacial Internacional.

A missão foi abortada a menos de meia hora da data prevista para o lançamento, 21h33, devido às condições meteorológicas desfavoráveis em Cabo Canaveral, incluindo o risco de formação de tornados. Os dois astronautas, Doug Hurley e Bob Behnkem, ambos veteranos da NASA, já estavam nos seus lugares a bordo da cápsula ‘Crew Dragon’ quando a missão foi cancelada. Uma nova tentativa está agendada para sábado.

Esta é a primeira vez que a agência espacial americana recorre a uma empresa privada para enviar astronautas para o espaço. A mudança visa permitir à NASA concentrar-se nas missões de longo curso, como o regresso à Lua em 2024, deixando para as empresas privadas as operações na órbita terrestre. A SpaceX transporta carga para a Estação Espacial desde 2012.

São várias as diferenças entre esta missão, batizada de SpaceX Demo-2, e a última viagem do vaivém Atlantis, em 2011, a começar pelos fatos Starman dos astronautas, que foram desenhados pelo designer de Hollywood Jose Fernandez, que trabalhou nos filmes ‘Capitão América: Guerra Civil’ e ‘Batman vs Super-Homem’. Os fatos são muito menos volumosos e os capacetes são criados por impressoras 3D, enquanto que as luvas são feitas de material especial para permitir a operação dos ecrãs táteis da cápsula Crew Dragon. Noutro sinal dos tempos, os astronautas são conduzidos até à plataforma de lançamento num moderno carro elétrico da Tesla, propriedade de Musk. n *com agências



saiba mais



Ver comentários