Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Bolsonaro permite porte de arma na rua no Brasil

Posse de armas tinha já sido liberalizada mas agora o presidente permite a profissionais de vários ramos que tragam as armas consigo.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 9 de Maio de 2019 às 01:30
Bolsonaro saudado por congressistas durante a assinatura do novo decreto
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Bolsonaro saudado por congressistas durante a assinatura do novo decreto
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Bolsonaro saudado por congressistas durante a assinatura do novo decreto
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil
Um decreto do presidente Jair Bolsonaro vai permitir a milhões de brasileiros andarem armados nas ruas, o que até agora era proibido e dava prisão.

Bolsonaro, que no início do mandato tinha flexibilizado a posse, permitindo que cada brasileiro pudesse ter até quatro armas, mas apenas em casa ou no local de trabalho, agora flexibilizou também o porte, permitindo que as pessoas andem armadas nas ruas. Como as leis continuam a proibir isso na maioria dos casos, Bolsonaro, numa ‘finta’ à lei, aumentou o número de exceções.

Assim, ao invés de apenas oficiais das Forças Armadas e polícias poderem andar armados, Bolsonaro estendeu essa permissão a camionistas, advogados, bombeiros, oficiais de justiça, jornalistas, donos de estabelecimentos comerciais, políticos com mandato, cidadãos que residam em áreas rurais ou perigosas, agentes de trânsito, seguranças e caçadores, colecionadores e atiradores desportivos.

Bolsonaro facilitou ainda a aquisição das licenças de posse e de porte, retirando a obrigatoriedade de provar a necessidade das armas e de fazer testes psicológicos.

O número de munições que cada pessoa pode comprar por ano passou de 50 para 5000, e passou a ser permitido aos cidadãos andar com armas até agora exclusivas de militares e polícias.
Forças Armadas Jair Bolsonaro crime lei e justiça leis política questões sociais
Ver comentários