Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Anjos

Exige-se ação

Violência doméstica precisa de pulso forte, não de campanhas.

Carlos Anjos 8 de Março de 2019 às 00:30
Assinalou-se o dia de luto nacional pelas mulheres mortas em contexto de violência doméstica. Em 2017, foram 20. Em 2018, foram 28. E quando ainda estamos no primeiro trimestre de 2019 o número de mulheres mortas é já de 12.

De 2004 até ontem, morreram em Portugal 515 mulheres neste contexto – o que nos envergonha. Importa agir e parar este flagelo nacional. Sabemos que o país padece de um problema de educação, onde é...

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso à edição digital e a todos os conteúdos exclusivos do site no pc, tablet e smarphone
Assine já 1 mês/1€
Para ler este e todos os EXCLUSIVOS DE HOJE no site 1€ (IVA incluído)
UTILIZE O
Portugal Espanha política violência doméstica flagelo ação campanhas
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas