Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Luciano Amaral

Mundo Assange

Sempre houve um equívoco no heroísmo de Assange, como aliás no de Snowden.

Luciano Amaral 15 de Abril de 2019 às 00:30
Quem viu no outro dia Julian Assange a ser arrastado da embaixada equatoriana em Londres pela polícia, com ar de velho sem-abrigo enlouquecido, quase conseguiu esquecer o seu antigo estatuto de profeta da liberdade.

De facto, por volta de 2010, Assange publicou no seu site Wikileaks uma série de documentos oficiais americanos que serviram para condenar as guerras do Iraque e do Afeganistão.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes