Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

ASFIC reclama solução para Diretoria do Sul

Atuais instalações de Faro não têm as condições adequadas.
João Mira Godinho 11 de Março de 2019 às 08:32
Edifício onde está instalada a Diretoria do Sul da Polícia Judiciária situa-se na cidade velha, em Faro
Edifício onde está instalada a Diretoria do Sul da Polícia Judiciária situa-se na cidade velha, em Faro FOTO: Luís Costa
A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária (ASFIC ) "lamenta" a decisão do Governo em criar residências para estudantes no edifício da antiga Escola Superior de Saúde, em Faro.

A associação considera que o imóvel "apresenta as condições necessárias" para a colocação da Diretoria do Sul da PJ, "sem a necessidade de acrescentar custos ao orçamento".

"A decisão do Governo, porém, foi gastar mais dinheiro, quando existem na cidade [Faro] outras alternativas para a construção das residências de estudantes", diz a ASFIC, referindo que, para este fim, o imóvel terá de ser alvo de obras de requalificação.

Acusando o executivo de não dar resposta "às mais urgentes necessidades da PJ", a associação recorda "as condições exíguas e degradadas daquela que tem sido a casa da Diretoria do Sul".

Recorde-se que, em janeiro, na tomada de posse do novo diretor da PJ no Algarve, o diretor nacional, Luís Neves, referiu a necessidade urgente de se arranjarem novas instalações para a Diretoria do Sul.

O atual edifício, na Cidade Velha "não tem as condições adequadas com a dignidade e funcionalidade que se exigem", afirmou, acrescentando que a solução "não pode demorar décadas".

A solução do Governo para a Diretoria do Sul da PJ passa pela construção de um novo edifício, orçado em 7 milhões de euros. Mas a obra poderá demorar mais de 4 anos a concretizar e a ASIFC considera que a PJ "não pode ficar mais um ano sequer no centro histórico de Faro". O Governo admite transferir, temporariamente, o serviço para outro imóvel.
Ver comentários