Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Vereador em Vila Real: “Obra vai devolver zona da estação às pessoas”

Projeto foi apresentado ontem e prevê um investimento total de um milhão de euros.
Ana Isabel Fonseca e Lusa 12 de Abril de 2019 às 08:13
Projeto que vai requalificar a zona envolvente à estação da cidade foi apresentado pela autarquia de Vila Real
Projeto que vai requalificar a zona envolvente à estação da cidade foi apresentado pela autarquia de Vila Real FOTO: Direitos Reservados
A zona da estação de Vila Real vai ser alvo de um projeto de requalificação, que irá dar uma nova vida àquela parte da cidade. Trata-se de um investimento de um milhão de euros, que foi esta quinta-feira anunciado numa conferência pela autarquia e que faz parte do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano. A obra começa em breve e tem um prazo de conclusão de 540 dias.

"Esta obra vai mudar radicalmente a imagem da zona da estação ferroviária, que há muito se encontra descaracterizada e desqualificada. Vai devolver esta zona às pessoas", explicou Adriano Sousa, vereador com o pelouro do urbanismo.

O projeto prevê a requalificação da avenida 5 de Outubro e das ruas Monsenhor Jerónimo de Amaral, Augusto Rua, Visconde Carnaxide e Madame Brouillard. Os pavimentos serão alvo de intervenções e os passeios alargados, de forma a que haja livre circulação de idosos, crianças, cadeiras de rodas e ainda carrinhos de bebés.

Será também criado um troço da futura rede ciclável de Vila Real, que ligará a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro à ecovia do ramal da Linha do Corgo ou às residências universitárias. O vereador acrescentou que irá ocorrer uma intervenção ao nível das infraestruturas das águas pluviais e residuais e da iluminação pública.

Está também prevista a regulação do estacionamento e, na zona da biblioteca, será criado um parque para o mesmo efeito.

Avançará a construção de paragens para autocarros, nomeadamente turísticos, de forma a incentivar a ida a pé para o centro da cidade, tendo para tal que se atravessar o rio Corgo pela ponte metálica. Rui Santos, presidente da Câmara, disse que estas obras fazem sentido e que é preciso "devolver as cidades às pessoas".
Ver comentários