Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Concursos desertos para travar erosão em área ardida de Monchique

Estabilização de emergência de declives junto a vias de comunicação, na zona ardida.
José Carlos Eusébio 9 de Maio de 2019 às 09:01
Características dos terrenos na serra, com declives acentuados, obrigam a um trabalho com muita mão de obra FOTO: Pedro Noel da Luz
Dois concursos urgentes para a realização de obras de estabilização de emergência de declives junto a vias de comunicação no concelho de Monchique ficaram desertos.

Os concursos, que previam um investimento de 215 mil euros, foram abertos pelas Juntas de Freguesia de Monchique e Alferce e tinham como objetivo travar o risco de erosão e garantir a segurança nas zonas que foram palco do grande incêndio de agosto de 2018.

Rui André, presidente da Câmara de Monchique, diz que o valor disponibilizado pelo Programa de Desenvolvimento Rural "era insuficiente", pelo que não houve empresas interessadas. José Gonçalves, presidente da Alferce, também admite que "o preço foi baixo", defendendo que os trabalhos deviam ter sido feitos antes da época das chuvas, de forma a evitar a erosão na área ardida.

Entretanto, Rui André refere que vai tentar junto do Governo que "seja aberto um aviso específico para Monchique", com um reforço de verbas . E acrescenta que a realização destas obras de estabilização obriga "a um trabalho muito manual e com muita mão de obra", devido às características dos terrenos na serra, que apresentam "declives muito acentuados".

Os trabalhos previam estabilização de emergência em taludes contíguos a caminhos e estradas municipais - em Monchique abrangia uma área total de 144,48 hectares e de Alferce de 122,833 hectares -, através da execução "das operações de corte e processamento de resíduos orgânicos e florestais" e a construção de "barreiras de resíduos".

PORMENORES
Reflorestação
Mais de 300 crianças de várias escolas do Algarve participam amanhã numa ação de reflorestação na serra de Monchique. Deverá estar presente o secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas.

Fundos obtidos
No Natal do ano passado, uma pista de gelo solidária instalada no Forum Algarve permitiu reunir fundos para avançar com este projeto de reflorestação e de proteção do perímetro urbano.

Bombeiros
Amanhã será também realizada uma cerimónia de homenagem e agradecimento aos Bombeiros Voluntários de Monchique, em virtude dos acontecimentos do passado verão.
Ver comentários