Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Incendiário lança fogo a 12 carros em Lisboa

Sete das viaturas ficaram totalmente destruídas em cinco locais.
João Tavares 28 de Março de 2019 às 09:10
A carregar o vídeo ...
Sete das viaturas ficaram totalmente destruídas em cinco locais.
Uma jovem de 18 anos preparava-se para se deitar no quarto ao lado de outro onde o irmão mais novo, de 13, já dormia, num rés do chão da Calçadinha do Tijolo, freguesia de São Vicente, Lisboa.

Mas um barulho na rua chamou-lhe a atenção. Abriu a janela e viu um carro a arder – as chamas alastraram a uma segunda viatura. Os jovens e os pais tiveram de fugir de casa.

Estas foram duas das 12 viaturas queimadas na madrugada de ontem, no espaço de pouco mais de três horas, em cinco sítios diferentes. A PSP foi chamada aos locais mas não localizou ninguém suspeito.

A Polícia Judiciária já se encontra a investigar os incêndios, que têm mão criminosa. Terão sido os cinco ateados pela mesma pessoa enquanto ia andando a pé.

A razia começou à uma da manhã, nas ‘vizinhas’ rua Marquês Ponte de Lima e rua Costa do Castelo. Aí, três viaturas arderam na totalidade e outras quatro sofreram danos. Pelo facto de serem ruas apertadas, a parede de um hostel sofreu estragos.

O incendiário desceu então à Calçadinha do Tijolo, onde queimou mais dois automóveis e obrigou à retirada da referida família da sua casa – os quartos das vítimas ficaram sem condições de habitabilidade.

Já pelas 03h15, não muito longe, na Calçada de São Vicente, foi ateado fogo à porta de um prédio devoluto. O último ataque teve lugar às 04h30, na rua da Margem, na zona de Madre Deus. Aí, três viaturas estacionadas lado a lado ficaram destruídas.

Os fogos foram extintos pelos Bombeiros Sapadores de Lisboa.
Ver comentários