Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Ministério Público investiga aluno menor do Porto suspeito de espancar professor

Criança não gostou de ser repreendida por ter partido uma lâmpada com uma bola, numa brincadeira na sala de aula.
5 de Abril de 2019 às 14:39
Professor
Escola Básica Francisco Torrinha
Professor
Escola Básica Francisco Torrinha
Professor
Escola Básica Francisco Torrinha
O Ministério Público no juízo de Família e Menores do Porto está a investigar o caso de um aluno de 12 anos de uma escola local indiciado por espancar um professor de 63 anos, informou esta sexta-feira a PGR.

"A matéria em referência deu origem a um inquérito tutelar educativo no Ministério Público do juízo de Família e Menores do Porto", referiu a Procuradoria-Geral da República (PGR), em resposta a um pedido de esclarecimento da agência Lusa.

O caso objeto deste inquérito tutelar educativo, revelado esta sexta-feira pela imprensa, ocorreu em 29 de março na Escola Básica Francisco Torrinha, no Porto.

O inquérito tutelar educativo, o equivalente para menores dos inquéritos-crime para adultos, encontra-se previsto na Lei Tutelar Educativa, quando estão em causa factos qualificados pela lei como crime, praticados por menor entre os 12 e os 16 anos.

"A matéria foi igualmente participada à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens com competência na área de residência do jovem", acrescentou a PGR.

Segundo o relato, o aluno ficou desagradado com a admoestação que lhe foi feita pelo professor por ter partido a lâmpada do teto da sala com uma bola, reagindo violentamente.
Ver comentários