Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Mulher portuguesa morta pelo companheiro com sete golpes no coração nos EUA

Vítima foi atacada com uma faca de cozinha em Stoughton, nos Estados Unidos.
João Tavares 8 de Maio de 2019 às 01:30
Portuguesa de 43 anos assassinada à facada pelo marido nos Estados Unidos
Ilton Rodrigues
Crime ocorreu na residência do casal, em Stoughton, perto de Boston
Portuguesa de 43 anos assassinada à facada pelo marido nos Estados Unidos
Ilton Rodrigues
Crime ocorreu na residência do casal, em Stoughton, perto de Boston
Portuguesa de 43 anos assassinada à facada pelo marido nos Estados Unidos
Ilton Rodrigues
Crime ocorreu na residência do casal, em Stoughton, perto de Boston
À procura de uma vida melhor, Telma Brás, de 43 anos, deixou para trás Mem Martins, em Sintra, em 2014, e rumou aos Estados Unidos. Instalou-se com o companheiro e os dois filhos menores em Stoughton, perto de Boston.

Na noite de sexta-feira, Telma foi brutalmente morta pelo companheiro, Ilton Rodrigues, um brasileiro de 48 anos. Foi esfaqueada sete vezes na zona do coração.

Os filhos – uma jovem de 17 anos e um rapaz de 9 – estavam em casa no momento do ataque.

Foi a filha mais velha do casal a ligar para um familiar a pedir ajuda. Foi contactada a polícia mas, à chegada dos agentes, Telma já estava morta na sala. Tinha uma faca espetada no peito. Ao lado estava o marido, que se tentou suicidar cortando o pescoço.

O suspeito foi hospitalizado num hospital de Boston, onde foram formalizadas a detenção e acusação pelo crime de homicídio qualificado.

O homem terá dito à polícia que chegou a casa e que viu Telma a beber e a falar com alguém nas redes sociais.

O brasileiro, que trabalhava em jardinagem, saiu para ir pagar uma conta e quando regressou à residência muniu-se de uma faca de cozinha e atacou Telma. Segundo familiares, terá agido por ciúmes.

Há relatos de que Telma Brás, que trabalhava numa empresa de limpeza de casas, tinha marcado uma consulta de psicologia para o companheiro, para segunda-feira que passou, mas foi atacada mortalmente três dias antes.

O suspeito vai ser presente a um juiz a 10 de junho.
Boston Sintra Mem Martins juiz Ilton Rodrigues crime lei e justiça questões sociais polícia
Ver comentários