Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Aumenta procura por exorcismos na Igreja

Bispo da diocese de Bragança-Miranda revela que há muitas pessoas a pedir ajuda para se libertarem do mal.
Francisca Genésio 3 de Setembro de 2018 às 01:30
Aumenta procura por exorcismos na Igreja
Duarte Sousa Lara, sacerdote exorcista da Diocese de Lamego
Exorcismo
Aumenta procura por exorcismos na Igreja
Duarte Sousa Lara, sacerdote exorcista da Diocese de Lamego
Exorcismo
Aumenta procura por exorcismos na Igreja
Duarte Sousa Lara, sacerdote exorcista da Diocese de Lamego
Exorcismo

Há cada vez mais portugueses a procurar ajuda na Igreja Católica para se libertarem do mal e de dependências através de rituais de exorcismo - oração específica onde é ordenado ao "demónio" que abandone o corpo da pessoa.

A revelação é feita pelo bispo da diocese de Bragança-Miranda, D. José Cordeiro. Em março, o Vaticano já tinha apontado um crescimento na ordem dos 300 por cento no que diz respeito à procura do exorcismo em Itália, o que fez com que a Santa Sé promovesse formação nesta área.

"Há muitas pessoas que nos procuram a pedir ajuda e eu espero que haja mais tempo disponível para responder a estas necessidades. Este tipo de acompanhamento precisa de muita escuta e muita atenção", sublinhou o bispo. Segundo D. José Cordeiro, a população quer respostas imediatas, mas o processo "requer fé e tempo", alertando que nem todas as pessoas podem recorrer a este tipo de ritual. "São necessárias muitas manifestações tidas como anormais", explicou.

O exorcismo não deve ser a primeira resposta ao problema, "Deve-se tentar procurar um grupo interdisciplinar" alerta D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda.

Sacerdote partilha vídeos na internet
O sacerdote exorcista Duarte Sousa Lara, da diocese de Lamego, é conhecido por falar abertamente do ritual católico. Criou uma página na internet (www.santidade.net) para difundir o seu trabalho através de vídeos do próprio e testemunhos de pessoas "exorcizadas".

SAIBA MAIS
90
No exorcismo são realizadas várias orações. O rito começa com a aspersão de água benta. Depois, recita-se o Salmo 90 e o Evangelho. Durante o ritual, mostra-se um crucifixo ao exorcizado. Para o sacerdote, o ritual inicia-se antes das orações, ao dirigir-se para o lugar da celebração, com vestes sagradas apropriadas e estola de cor roxa.

Oração final
No final, o padre ordena a saída do demónio: "Eu te esconjuro, Satanás, inimigo da salvação humana. Reconhece a justiça e bondade de Deus Pai, que condenou com justo juízo a tua soberba e inveja. Afasta-te deste servo de Deus, que Deus formou à sua imagem, enriqueceu com os seus dons e adotou como filho da sua misericórdia".

Ver comentários