Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Peregrinos de Póvoa de Varzim estão a caminho de Fátima

Peregrinos fazem percurso há 40 anos.
Mário Freire 9 de Maio de 2019 às 08:42
Grupo da Póvoa de Varzim que faz peregrinação há mais de 40 anos vai pedir proteção para os pescadores numa caminhada de fé e boa-disposição
Grupo de Paredes, que iniciou a peregrinação domingo, conta com uma logística de 48 carros de apoio, 140 pessoas, entre equipa médica, de enfermagem, massagistas, socorristas, cozinheiros e motoristas
Esperados milhares de fiéis nos próximos dias no Santuário de Fátima
Grupo da Póvoa de Varzim que faz peregrinação há mais de 40 anos vai pedir proteção para os pescadores numa caminhada de fé e boa-disposição
Grupo de Paredes, que iniciou a peregrinação domingo, conta com uma logística de 48 carros de apoio, 140 pessoas, entre equipa médica, de enfermagem, massagistas, socorristas, cozinheiros e motoristas
Esperados milhares de fiéis nos próximos dias no Santuário de Fátima
Grupo da Póvoa de Varzim que faz peregrinação há mais de 40 anos vai pedir proteção para os pescadores numa caminhada de fé e boa-disposição
Grupo de Paredes, que iniciou a peregrinação domingo, conta com uma logística de 48 carros de apoio, 140 pessoas, entre equipa médica, de enfermagem, massagistas, socorristas, cozinheiros e motoristas
Esperados milhares de fiéis nos próximos dias no Santuário de Fátima

Um terço humano unido por boias marítimas está a ser preparado por um grupo de peregrinos da Póvoa de Varzim para apresentar na chegada ao Santuário de Fátima no próximo sábado.

O grupo, que partiu no domingo e ontem almoçou na Mealhada, vai pedir proteção para os pescadores. A tradição mantém-se há 40 anos. "Este ano o nosso tema é ‘O Mar e Terra - Maria, nosso porto de abrigo’. É uma forma de pedir por todos nós: por quem fica em terra e pelos nossos que vão para o mar", conta Maria Silva, que há vários anos faz a peregrinação.

A iniciativa partiu de uma habitante, hoje com 82 anos, que continua a acompanhar o grupo, mas nos carros de apoio. "Estamos a dar continuidade à tradição iniciada pela minha mãe, que hoje já não tem condições para ir a pé, mas está sempre connosco", refere o filho, Maximino Santos.

Constituído por 37 elementos, o grupo vai este ano pela primeira vez fazer uma via-sacra nos Trilhos dos Pastorinhos. A boa-disposição faz esquecer as dores depois de percorrerem mais de 130 quilómetros. Após cada paragem para descanso e refeições, a peregrinação só é retomada com um ritual de orações e cânticos.

Pelo caminho são vários os pontos de apoio que encontram. Na Mealhada, na tenda de campanha da Cruz Vermelha, um grupo da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Casal Comba distribuía fruta e água com mensagens de apoio escritas. "É a atividade em que todos querem participar porque estão a ajudar os outros", diz a coordenadora, Elisa Lemos.

Chuva dá lugar ao calor nos dias da peregrinação
A maior parte dos peregrinos iniciou a caminhada a pé em direção a Fátima com o tempo ameno, entretanto substituído pela chuva, mas a chegada ao Santuário, para as celebrações de 12 e 13, vai ser feita sob calor intenso.

As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera indicam temperaturas máximas que pontualmente podem atingir valores entre os 35 e os 37 graus no Vale do Tejo, no domingo e na segunda-feira, começando a subir ainda no sábado.

As temperaturas mínimas poderão ficar-se pelos 16 graus. Esta subida das temperaturas resulta da intensificação de um anticiclone na região das Ilhas Britânicas, a partir de sábado levando a que se instale na Península Ibérica um fluxo de leste, trazendo para o continente uma massa de ar quente e seco do interior da península.

Este ano, o Santuário de Fátima procedeu a algumas alterações no acolhimento de peregrinos a pé, que continua a ser de utilização gratuita. O secretariado, onde podem inscrever-se para alojamento, será no Albergue do Peregrino, junto ao Parque 2. Os peregrinos são recebidos por ordem de chegada e a inscrição é feita mediante o registo de um representante e a apresentação de lista do grupo. Hoje o secretariado abre das 15h00 às 19h00, enquanto nos três dias seguintes também está aberto das 09h00 às 13h00.

Ao longo da caminhada, os peregrinos têm ao seu dispor postos de assistência, onde podem curar as maleitas físicas e obter apoio espiritual.

SAIBA MAIS
12 000
Fátima é uma cidade do concelho de Ourém que conta quase 12 mil habitantes. Por altura das Aparições aos Pastorinhos (1917), contava apenas 2500 habitantes.

Capelinha das Aparições
A Capelinha das Aparições foi erigida entre 28 de abril e 15 de junho de 1919. A primeira missa aí celebrada aconteceu a 13 de outubro de 1921. Dinamitada na madrugada de 6 de março de 1922, foi restaurada e reinaugurada a 13 de janeiro de 1923.

Xutos & Pontapés
A banda tem uma música, ‘Avé Maria’, que inclui a oração Avé Maria ao som de rock, e cuja letra começa com "A 13 de maio/A 13 de maio/Na Cova da Iria/Apareceu brilhando/Apareceu brilhando/A Virgem Maria".

Ver comentários