Barra Cofina

Três arguidos do processo do furto de armas em Tancos chamados a depor

Ordem partiu do Departamento Central de Investigação e Ação Penal.
Por M.C. 1 de Maio de 2019 às 10:08
A carregar o vídeo ...
À CMTV o militar revela que quando andava na escola aparecia com manchas que só podiam ser feitos por outras pessoas.
Três arguidos do processo do furto de armas nas instalações militares de Tancos foram chamados a prestar depoimentos complementares, por ordem do Departamento Central de Investigação e Ação Penal.

Depois de o juiz João Bártolo, que tutela a investigação, ter declarado a especial complexidade do processo, surgiu a necessidade de repetir os depoimentos.

Segundo o ‘Expresso’, o furriel Filipe Abreu de Sousa, que tinha fugido para Espanha e depois se entregou à Justiça, foi um dos ouvidos, e confirmou o que já tinha dito às autoridades.
Relacionadas
Notícias Recomendadas